Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
Data: 14/03/2018 Hora: 15:17:06
Avaí interessado na importância do Conselho de Segurança Alimentar

André do Neto (prefeito de Avaí), Marco Aurélio (EDR Bauru), Rudinéia Augusto (Consea/SP)
e Irineu Nje’a (membro da comissão)

 

Entendendo a importância do Conselho Municipal de Segurança Alimentar, Nutricional e Sustentável (CONSEA), o prefeito de Avaí, André Luís da Silveira Antônio, recebeu no último dia 09 de março, a diretora técnica da secretária-executiva do Consea/SP, Rudinéia Carla Augusto, acompanhada dos membros da comissão, o Eng. Agr. Diretor Técnico da EDR de Bauru, Marco Aurélio Parolin Beraldo e Irineu Nje'a, da Aldeia Kopenoty, em Avaí com a expectativa de implantar na cidade o conselho. Para o administrador, será mais um órgão de controle social e participação que afirma ainda mais o compromisso com a população avaiense.

O município ainda não conta com a lei que institui o conselho, mas todo o suporte para a instalação será ofertado pela Secretaria Executiva do CONSEA/SP, que colocará à disposição da gestão pública municipal a documentação necessária para que a Comissão Regional de Segurança Alimentar, Nutricional e Sustentável (CRSANS) de Bauru, possa somar com mais parceiro no desenvolvimento da política pública de segurança alimentar regional.

Para o secretário-executivo, José Valverde, o avanço da temática de segurança alimentar em todo o Estado está comprovado com o empenho dos gestores públicos, que estão atentos às mudanças de legislação e buscando aperfeiçoamento. Valverde que parabenizou a ação do prefeito, fez questão de ressaltar que a preocupação do secretário Estadual de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, que tem as orientações do Governador Geraldo Alckmin, é fazer com os municípios possam atuar em parceria com o estado, promovendo uma gestão democrática e participativa. "Nos colocamos à disposição para prestar quaisquer apoio e suporte para que a política de segurança alimentar aconteça em Avaí".

De acordo com o prefeito, André Luís da Silveira Antônio, a ideia é ainda este ano instituir o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional no Município. Para tanto, nomeou a representante, Helena Elias, para dar início aos trâmites. O município de Avaí compõe a CRSANS/Bauru. "Enquanto gestores pensamos que apoiar a criação do Conselho Municipal de Segurança Alimentar é estar preparando conscientemente um terreno no presente, que ofereça condições da semeadura também de forma sensata com o único objetivo de uma colheita extremamente saudável num futuro muito próximo.  Os resultados serão percebidos a curto prazo.  Trata-se de uma conscientização que alcançará a comunidade como um todo. Resultando uma vida saudável através dessa sonhada qualidade alimentar".

A próxima reunião da CRSANS será realizada em 10 de maio, a partir das 8 horas, no município de Iacanga.

 

Aldeia Indígena

O Cacique Edenilson Sebastião, o Chicão Terena, juntamente com o indígena Irineu Nje'a, membro da comissão regional de segurança alimentar e nutricional de Bauru,  abriram as portas da Aldeia Kopenoty, localizada na Terra Indígena Araribá, no município de Avaí, e abordou sobre as diversas problemáticas de acesso as políticas públicas. Acompanhada pelo Eng. Agr. Diretor Técnico da EDR de Bauru, Marco Aurélio Parolin Beraldo, a diretora técnica do CONSEA/SP, Rudinéia aproveitou para conhecer um pouco mais da cultura e costumes indígenas.

Com uma realidade diferenciada, o cacique Chicão Terena, revelou que a segurança alimentar é uma das preocupações de ações permanentes da aldeia. "Não conseguimos perpetuar costumes e cultura, pois a civilização avança cada vez mais nas nossas aldeias".

O indígena fez questão de ressaltar também o grande número de parentes que estão cada vez mais adquirindo doenças crônicas como, por exemplo, hipertensão, diabetes entre outras.

 

Microbacias

A Aldeia é uma tradicional produtora de mandioca, batata-doce, abóbora e milho. Para a expandir sua área e aumentar a produtividade, em 2017, foi contemplada com sua atuação inserida no Projeto Comunitário, apresentado pelo Instituto de Defesa do Meio Ambiente Indígena (Idmai), entidade que congrega os produtores da aldeia, ao Microbacias II. Na ocasião, foram adquiridos um caminhão-baú em alumínio, contentores (caixas plásticas) e estrados plásticos, assim como a adequação de um barracão para depósito de máquinas, implementos e equipamentos. Somados os investimentos foram da ordem de R$ 200 mil.

 

 



Data: 14-03-2018 15:17:06