Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Data: 06/10/2017 Hora: 11:25:49
-

Dados do Município de Avaí

 

Fundação do Município

18/06/1906

Emancipação Política
02/12/1919

Latitude/Longitude
22º08’48”sul / 49º19’59”oeste

População
5.337 habitantes (IBGE - Estimativa 2017)

 

Área
542,157 km2

 

Municípios Limítrofes
Bauru, Duartina, Gália, Presidente Alves e Reginópolis

 

Hidrografia
Rio Batalha, Rio Jacutinga, Rio Batalhinha e Rio Anhumas

 

Rodovias
Rodovia Marechal Rondon (SP-300)
Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294)

 

Feriados Municipais
Padroeiro do Município São Sebastião: 20 de janeiro
Aniversário do Município (1919): 02 de dezembro

 

Densidade Demográfica
9,15 (hab./Km2

 

Altitude
481m

 

Clima
Subtropical

 

Agropecuária
Entre os diversos produtos destacamos: grande produção de pimentões, pepinos e tomates produzidos nas estufas distribuídas por todo o município, laranjas, melancia, cana de açúcar, abacaxi, batata doce, seringais, pinus, eucaliptos e animais de exposição.

 

Saneamento Básico
O setor de Saneamento Básico do município esta a cargo da Sabesp desde julho de 1980. Em Avaí, a Sabesp atende 100% dos imóveis com fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos, atendendo um total de aproximadamente 1.300 ligações. Possuí uma extensão de aproximadamente 19.000 metros de Rede de Água e cerca de 13.000 metros de Rede de Esgosto.
Avaí e o Distrito de Nogueira são abastecidos por dois poços profundos com capacidade total de 29,44 litros de água por segundo. A lagoa de tratamento processa 6,07 litros de esgotos por segundo e contribui com a preservação do Ribeirão Jacutinga.
A limpeza pública está a cargo da Prefeitura do Município.

 

 

Terras Indígenas de Araribá
O Decreto nº 2371-F, de 28 de Abril de 1913, declarou reservadas, para localização de índios, as terras do Vale do Córrego Araribá no Município de Avaí, quando este ainda era Distrito de Jacutinga, Município e Comarca de Bauru, uma área de 1920,80 hectares ou 793,72 alqueires.
Nesta área atualmente estão as aldeias Ekeruá, Kopenoti, Nimuendajú e Tereguá com uma população indígena de aproximadamente 700 índios.
As aldeias recebem turistas e apresentam as suas riquezas culturais, preservadas por meio dos hábitos, costumes, linguagem, gastronomia e danças típicas. O artesanato é feito com penas e plumas de pássaros, em madeira, cerâmica e sementes. Cada aldeia possui um Centro Cultural onde toda essa riqueza é apresentada.

Principais culturas são a mandioca e batata-doce.

Por ocasião do Dia do Índio, as Aldeias apresentam aos turistas: palestras sobre a cultura indígena, Dança da Chuva das Mulheres Indígenas (putú-putú), Dança da Ema dos Homens Indígenas (Kipaê), Competição de Tiro ao Alvo com Arco e Flecha, Torneio de Malha, Futebol Masculino, Feminino e Infantil.

 

Aldeia Ekeruá
Etnia predominante Terena

 

Aldeia Kopenoti
Etnia predominante Terena

 

Aldeia Nimuendaju
Etnia predominante Guarani

 

Aldeia Tereguá
Etnia predominante Terena e Guarani